Família é diferente de parente.

E não adianta me dizer o contrário.

Família é aquela que tá sempre junto. São as pessoas que te conhecem, que fazem parte do teu dia-a-dia, que tu sabe que vão estar sempre ali quando tu precisar.

Família não é aquele parente que mora em outra cidade, que tu não tem contato nenhum, que fala mal pelas costas, que nos ataca quando pode, que faz intriga e fofocas. Família não é aquele parente que só aparece nos aniversários e nem presente traz.

No meu caso, família é essa que mora comigo. Minha mãe, meu pai, minha irmã, meu irmão, minha sobrinha e os “agregados” como minha mãe chama: meu namorado e meu cunhado. (:

E pode ter o mesmo sobrenome, pode ter sido próximo antigamente, mas nunca serão mais do que parentes.

Tenho dito.

Leave a comment

11 Comments

  1. Graças a Deus tenho muita sorte com minha família. Mesmo morando longe, são considerados muito, muito mais do que parentes. Mas sim, família é mais que parente, e além de ter uma gigante família de parentes, faço questão de incluir nela muitos que não são ligados a mim pelo sangue!
    *_*
    Beijos Gab!

    Reply
  2. Concordo com você! Família, para mim, são só meus pais e minha irmã. E ponto final!

    Beijos ;*

    Reply
  3. Nem fale, Gab! Eu tenho milhares de parentes, mas família mesmo só os mais próximos!

    Escuta, Gab, vc tá participando da Máfia das Cartas? Gostaria de me corresponder com vc! Tem como? Se quiser, me manda por e-mail!

    Boa semana!
    Beijosss

    Reply
  4. Nossa, concordo!
    O amor nasce da convivência e família, p/ mim, é amor. Também no meu caso, pais, irmãos e namorado :)

    Reply
  5. Concordo com vc!
    Como diz o ditado: “Parentes são os dentes e de vez em quando ainda dõem!!”
    Meu círculo familiar posso dizer que também é bem restrito!!!
    Bjos e boa semana.

    Reply
  6. Falou bem, Gab. Eu tenho sorte de ter bastante parente que faz parte da família, mas não é incomum ter mais gente de “outros sangues” na família do que aqueles que se convencionou incluir nesse grupo.
    Pena que a maioria das pessoas tem a visão muito estreita pra ver isso, o que cria muito “compromisso” sem sentido com gente a quem você não liga a mínima importância.
    Bjos

    Reply
  7. Exatamente. Sem tirar nem pôr!

    bjbj

    Reply
  8. Concordo plenamente, tem nem o que discutir. Família são esses com quem a gente pode contar mesmo. :)

    Beijos

    Reply
  9. Concordo em tudo! E olha, vou te dizer que só concordo depois de ter passado por poucas e boas com os “parentes”. Aprender a desconsiderar opiniões e não se importar com o que falam e o que pensam nem sempre é fácil.

    Beijos

    Reply
  10. Sabe, Gab, eu já pensei muito assim. Ainda penso às vezes. Mas no início desse ano morreu uma tia-avó minha muito muito muito querida mesmo, não só por mim, mas por todos. E foi uma morte muito repentina, no susto, o que nos deixou mais abalados ainda. Ela morava em outra cidade e eu a via umas quatro vezes por ano, quando muito. Da família próxima dela, eu não conhecia ninguém, por morarem longe e minha família ser meio bicho-do-mato. Só que no velório, quando todo mundo se reuniu, estava todo mundo vivendo um sentimento de carinho mútuo, uma coisa que eu nunca tinha sentido antes, sabe, me sentir confortada e compadecida por pessoas que eu nem conhecia antes. Minha avó até comentou que a gente subestima o poder que tem os laços de sangue e realmente eu acho que ter o mesmo sangue somente não é tudo, mas confesso que essa experiência mudou um pouco meu jeito de enxergar isso.
    Mas sua teoria se aplica à maioria esmagadora dos casos.
    beijo!

    Reply
  11. O parente fala mal e a família te defende até a última oportunidade. O parente te empresta um quartinho para dormir e a família te dá uma casa inteira para morar. O parente te dá atenção nas festas e a família todo o coração durante a vida. O parente aumenta a fofoca quando você faz uma bobagem; sua família te ama e por isso mesmo te ajuda a reparar o erro.

    Apesar de todas as falhas e problemas, não trocaria a minha família por outra. Devo muito do que sou a velha dupla “pais e irmãos”. Beijos

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: