Acho o fim.

Esse fato ocorreu em 2007 quando eu pegava um ônibus muito do ruim.

Imaginem os piores marginais, maloqueiros e até mendigos porque não?

Imaginou? Tá. São esses mesmos que subiam todos os dias nesse ônibus.

Mas enfim, num dia de CHUVA eu esperava o tal ônibus como todos os dias, na parada LOTADA.

O ônibus chegou na parada, parou, abriu as portas da esperança, e eu me preparei para subir rápido, pois como eu disse tava chovend0, e eu não sou muito fã de chuva.

Eis que me deparo com uma mulher, de frente pro motorista, parada BEM  na porta.

Pergunto gentilmente: Com licença?

Mulher me ignora.

Pergunto de novo, um pouco menos gentil : Com licença??

Mulher me ignora de novo.

Eis que alguém diz de dentro do ônibus: Ela é cega.

Eu já morrendo de raiva, pois estava me molhando horrores: ELA É CEGA MAS NÃO É SURDA.

Mulher me da passagem, e diz quando passo: Mal educada.

Não falei mais nada, porque tudo que eu queria era sentar do lado de alguém normal, ouvir minha música e ir pra casa logo.

Isso não é uma piada de mal gosto tá? Aconteceu mesmo, e por mais mal educada que eu tenha sido….ah quer saber? Foda-se.

Acho o fim gente que se aproveita porque tem algum tipo de deficiência ou dificuldade física. O FIM. E sim ela me ouviu muito bem as duas vezes que eu pedi licença, mas se fez total.

Assim como eu acho o fim os idosos que chegam na fila do ônibus na frente, como se não tivesse mais ninguém na fila, só porque são… idosos.

E você aí, se vier me dizer que eles podem fazer isso, eu digo: ME PROVA.

Beijo no coração.

Advertisements