Eu e minhas neuras.

Por enquanto meu blog vai ser meu terapeuta, ta gente?

É sabido o quanto de neura e insegurança eu tenho. A novidade é que agora isso tem sido refletido nos meus sonhos.

Explico.

Eu me acho gorda. Insegurança normal entre as mulheres, certo?

Daí meu namorado, que é cego, me diz que eu não sou gorda nada. Na minha cabeça nada muda.

Na maioria dos sonhos que eu tenho, meu namorado é uma baita de um filho da puta, sempre grosso, fala horrores de coisas pra mim. Sempre acordo morrendo de agonia e querendo falar com ele.

Essa noite, por exemplo, sonhei que eu me transformei em outra pessoa e fui perguntar pra ele o que ele achava de mim, da Gabriela mesmo, não da transformada. Deu pra entender?

Aí ele disse que nunca ia querer nada comigo porque eu sou ~gorda~.  Acordei suando, chorando, gritando. Mentira, não é pra tanto.

De tarde ele veio aqui na minha casa e eu contei pra ele o sonho. Depois de várias risadas e de falar várias vezes “como tu é complexada”, ele vem com essa: “eu sou teu inconsciente nos teus sonhos”.

E não é que ele ta certo?

Estou pensando nisso até agora, sobre a loucura que é a nossa mente e no quanto ela pode criar e fantasiar.

Fica aí a reflexão. haha